LUIZ CARLOS

LUIZ CARLOS
OLÁ! SEJA BEM VINDO/a AO DENTRO DA MINHA CABEÇA! SINTA-SE A VONTADE PARA PARTICIPAR, DEIXANDO O SEU COMENTÁRIO!

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

A mulher que amo


O que às vezes me entristece, é sentir que o tempo passou e já vai distante... Saber que hoje me resta pouco tempo para obter o que um dia, tive todo o tempo para alcançar, e não consegui. E sofrer de novo, é quando através do espelho vejo todo o meu passado. Repleto de desejos, tentativas, e fracassos... Daí uma interrogação me invade, e questiona... Seria possível um passado todo, fracassado inteiro?... Fico pensativo... Miro novamente o espelho em busca de um passado mais nobre... Talvez alguma alegria! Vejo então, uma noite, uma mulher, e um desejo... Uma noite longa, Uma mulher plena, e um desejo ardente... E depois da noite, o dia. E novamente à noite. E muitos outros dias, e muitas outras noites. Que se tornaram meses. E se tornaram anos. E se tornaram sempre... Meu passado, e meu presente!... E volto ao começo... E já não choro o tempo, nem choro os fracassos... Que já nem foram tantos! Pois tenho as minhas noites, e tenho os meus dias... E a mulher que amo!

LUIZ CAIO

5 comentários:

Corações & Segredos disse...

Que linda declaração!

Obrigada pela visita e pelas belas palavras.
Voltarei sempre!
Carinho de RO!

Rosani Nauar disse...

Olá! Luis

Nas minhas andanças pelos blogs, encontrei seu cantinho, suas poesias são de uma rara beleza, cada palavra cheia de sensibilidade, e luz. Parabéns poeta!

beijos, perfumados

jorgeferrorosa disse...

Olá Luiz! Obrigado pela visita.
Bonito o que escreve, profundo mesmo.
É elevar o amor a um outro altar. Mil felicidades amigo.
Abração e escreva sempre.
JOrge

Ivone disse...

Luiz me reconheço nesses versos gostei muito.

Luiz Caio disse...

Obrigado amigos!
Pelas pavaras de carinho... Espero continuar fazendo por merece-las!
Voltem sempre que puderem!

Um abraço a todos