LUIZ CARLOS

LUIZ CARLOS
OLÁ! SEJA BEM VINDO/a AO DENTRO DA MINHA CABEÇA! SINTA-SE A VONTADE PARA PARTICIPAR, DEIXANDO O SEU COMENTÁRIO!

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Eu, com meu Eu...


Onde estas, tu que vives em mim?
Que fazes versos sem identidade.
Que amas incondicionalmente...
E ao coração de algum sonhador trazes alento!

Por onde andas agora que te necessito?
Por que te escondes até de mim,
que sou tu mesmo, e tu sabes bem,
a razão porque te chamo?

Acaso pensas em me abandonar?
Não pensas em ti, por ti mesmo?

Sendo eu e não estando em mim,
tu também sentiras o frio das noites
em que eu me perder ao longo do caminho,
que somente tu conheces bem!

Queres me deixar, mas sou teus olhos...
Sou seu ouvido, pernas, pés, e braços!
Sem ti me tornarei um deserto.
Mas sem mim... Tu o que serás?...

LUIZ CAIO.

15 comentários:

paula barros disse...

Pôxa, Luiz Caio, é um poema muito profundo, de um questionamento sério, mas fico impressionada como podes fazer uma reflexão com esse nível e com essa beleza poética e o pensamento tão articulado.

volto.... bjs

mundo azul disse...

Um apelo forte em seus versos!
Um poema bonito e sentido...


Beijos de luz e o meu sincero carinho, poeta!

EternaApaixonada disse...

*****

Meu querido amigo Luiz Caio!

Que bom receber sua visita e palavras carinhosas!
E ao ler seu poema fico mais feliz em ver que a etapa foi vencida! Escreveu com uma propriedade que nos faz emocionar! Uma linda página saída de um lindo coração!
Pronto! Está pronto para o regresso!
A doçura das palavras comprovam isso!
Obrigada mais uma vez por isso, amigo! Seu contato conosco, seus amigos leitores, é muito importante e enriquecedor!
Estou te esperando na primeira fileira!

Deixo meu beijo com carinho amigo

Boa semana, poeta!

*****

Baby disse...

Fiquei feliz com a tua visita e por ver que estás voltando com a tua poesia, onde cabe a alma inteira e onde transparece um amor que busca o outro eu, como quem busca a casa pra morar...

Beijinhos de amizade.

paula barros disse...

Voltei, tinha sido expulsa do computador.

Reli. E já vi diferente. É tão interessante.

A primeira vez, li como se você conversasse com o seu "eu". Agora li como questionando alguém que gosta.

Isso me mostra o quanto de nós interfere na interpretação do que lemos.

Espero que estejas bem. É muito bom ler o que você escreve.

abraços fraternos.

Mcarey disse...

Olá...a inspiração voltou, e voltou com força total...parabéns mais uma vez.

Gazeta na net disse...

Olá,
fiquei impressionado com o sentimento que depositou neste poema, de certeza que não se trata de um simples poema pois de onde este saio existe sentimentos profundos.
Obrigado pela sua visita a meu humilde blog
Abraço

Deusa Odoyá disse...

Olá meu estimado amigo Luiz Caio.
Um poema lindo e muito profundo.
Espero que seu coração agora, possa renascer.
Beijos de muita luz e paz.
sua amiga.
Regina Coeli.

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Luís, ainda bem que voltas-te... Trazes um poema muito profundo, questionando um amor que existe ?
Existiu ?
Tudo na vida tem um princípio meio e fim... Adorei meu Amigo... Não desapareças a tua poesia faz-me falta... Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Etelvina de Oliveira disse...

OI, Luiz Caio

Que bom, poetas, que estás de volta.
Amanhã publucarei esse poema no meu blog.
Adorei.

Espero que Deus lhe entregue essa benção que você espera.

beijo

Um olhar disse...

Está escondido no seu mais íntimo eu, esperando a calmaria chegar para q possa novamente trazer a tona os mais puros sentimentos.

estou muito feliz por estar aqui com vc...

bjos e linda noite!

Celamar Maione disse...

Caio...
Que paixão é essa ?
O sentimento veio lá do fundo,amigo.
Enfim....nada como um dia
atrás do outro, não tem jeito.
É isso.
Vc certa vez escrever no meu BLOG a palavra ATITUDE. Me ajudou muito, sabia ?
Eu devolvo pra você : ATITUDE, amigo.
Grande beijo e excelente quarta-feira !

RAMOSFOREST.ENVIRONMENT disse...

Lindo.

Luciene de Morais disse...

Lindas palavras, Luiz Caio, de grande profundidade. Acho que todos damos uma fugidinha de nós mesmos às vezes. Ou desejamos...

PS. desculpe a ausência, precisei de um pequeno recesso. Beijos.
http://humanidades-e-afins.blogspot.com/

Bill Stein Husenbar disse...

Questões interessantes de se colocar amigo Luiz.

Vejo que regressa em alta e que assim continue.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/