LUIZ CARLOS

LUIZ CARLOS
OLÁ! SEJA BEM VINDO/a AO DENTRO DA MINHA CABEÇA! SINTA-SE A VONTADE PARA PARTICIPAR, DEIXANDO O SEU COMENTÁRIO!

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Estou de volta... Olha só o que encontrei!


Houve mares por onde naveguei.
Muitas estradas por onde andei,
e em florestas descampados,
onde adormeci e sonhei...

Foram muitos dias, e muitas noites,
por entre montanhas, oceanos, e cerrados...
Por entre estradas longas... Quase infinitas!

E houve tanta sombra em meu caminho.
Que o meu sorriso... Se houvesse um sorriso!
Teria se apagado e se tornado um gemido de vento.

Num desses dias, quis voltar a ser menino e não pude!
Então quis ser a vida, e me transformei em mim mesmo...
Porque eu era a vida que se movimentava ao meu redor,
e se manifestava em mim, em forma de saudade!

Ah, a saudade! Este era para mim o melhor momento...
Pois minha saudade era você. E me sentia feliz
Apenas em lhe ter no pensamento.

Você não sabe, e nem eu sabia bem o que buscava.
Mas olha! Veja só o que encontrei!...
E pensar que esta força esteve em mim o tempo todo!

Foram dias difíceis... Isto você bem pode imaginar!
Mas agora que tudo passou, confesso-te...
Sobrevivi a todo este tempo distante, por mim, e
principalmente porque levei em meu coração...
Você junto comigo...

Aos amigos que mesmo sem entenderem nada...
Entenderam-me, o necessário!

LUIZ CAIO.

13 comentários:

paula barros disse...

Oi, Luiz Caio

Fico tão contente em ler você no seu cantinho. Em ver que está brotando. Tinha dentro de mim uma certeza que você tem raizes forte. Raiz para se segurar. Pés para caminhar sempre. E muita serenidade. Pode ter dúvidas, receios, tristeza, saudade, amores partidos, ou seja lá o que for. Todos nós temos. Mas você tem força e garra. Torço por você.

abraços

Gazeta na net disse...

Olá amigo,
Sim, sem entender nada entendemos o suficiente, e é bom voltar a ter de volta a vida deste mundo seu.
Um abraço

Etelvina de Oliveira disse...

Oi, Migoooo


que bom que já está de volta.

Postei seu poema no meu blog, para não morrer de saudades de ti.

Lindo seu poema, como todos.

Parabéns pela inspiração.


beijos

Edna Federico disse...

Que bom ter você de volta...e espero que inteiro!
Beijo

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Luís, fiquei muito feliz ao ler o teu belo poema e saber que estás de novo na tua linda casinha, Amigo!
Tu e a tua sensibilidade já faziam muita falta neste meu espaço, sem ti a minha casinha estava muito vazia... Obrigada meu querido, que Deus te acompanhe ao longo da tua vida... Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Celamar Maione disse...

Caio....
Na vida devemos aprender a conviver com a ausência que nos deixa saudade.
Mas somente amadurecemos quando conseguimos enfrentá-la serenamente.
Bons tempos virão, meu amigo !
Belo final de semana.
Bons ventos.

poeTIZA :) disse...

Q bom que voçe voltou agora com tudo

Tenha um dia apaixonante!

Gilbamar disse...

Belo poema, Luiz, prova de seu talento e inspiração na poesia.

Deixo meu fraterno abraço amigo e desejo um feliz fim de semana.

mundo azul disse...

Luiz, há uma vibração feliz em seus versos, que gostei muito!

Olhando a imagem da florzinha, constatei mais uma vez, que a beleza pode se esconder nas coisas mais simples e aparentemente vulgares...


Beijos de luz e o meu carinho, amigo!!!

Vivian disse...

...o importante é que voltastes, bem, e por sinal,
muito inspirado.

isso não tem preço, lindo!

bjuss

Um olhar disse...

Eu te entendi...

bjos e ótimo fds!

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Luís, votos de um maravilhoso fim de semana... Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

EternaApaixonada disse...

*****

Luiz Caio,

Quando nos sentimos frágeis é momento de retomarmos o caminho e seguir em busca dos nossos sonhos.
E você não é de parar! Avante! Siga seu coração!
Bom te ler novamente, meu amigo e seja bem vindo!

Beijos

*****