LUIZ CARLOS

LUIZ CARLOS
OLÁ! SEJA BEM VINDO/a AO DENTRO DA MINHA CABEÇA! SINTA-SE A VONTADE PARA PARTICIPAR, DEIXANDO O SEU COMENTÁRIO!

sábado, 26 de setembro de 2009

Cicatrizes


Engana-te meu amigo,
se pensas que não o compreendo!...
Não sabes de tudo pelo que já passei!

Aquele que tropeçou nas pedras do caminho,
tombou ferido, sofrendo, sentindo imensa dor,
Saberá por certo, dizer da dor do outro
que seguiu na mesma trilha...

Como o compreendo, meu amigo!
Não imaginas o quanto!

Sei também, que em cada carne que toca,
a navalha corta de maneira diferente...
As marcas nunca são iguais!

Mas mesmo assim, meu amigo, acredite!
As cicatrizes, cada qual a seu modo,
e a seu tempo, fecham todas as feridas!

LUIZ CAIO

15 comentários:

Barbara disse...

Cicatrizes deveriam ser em cores, prá que as marcas sejam boas de lembrar.

Pelos caminhos da vida. disse...

Cicatrizes ficam e, a vida continua.

Fim de semana de luz.

beijooo.

Sonia Schmorantz disse...

Escreveste muito bem, cicatrizes são diferentes em cada pessoa, mas sempre representarão a vida e seus riscos...
Um abraço linda semana

EternaApaixonada disse...

Que bom ler seu blog de novo, Luiz Caio!

Postagens como sempre tão profundas que emocionam!
Cicatrizes... Temos todos! Saber conviver com essas memórias vivas... E seguir à frente!

Um bom final de domingo e uma semana de muita alegria!

Um grande abraço ao amigo!

Helinha disse...

Meu amigo querido...

Pelas cicatrizes podemos ver o quanto vivemos e o quão intensamente!

Como te disse antes, percebo que você tem escrito cada vez melhor! Este texto ficou perfeito!

Tem um selo/homenagem para você, lá no meu blog! Com muito carinho, espero que goste!

Beijos!

^^

Opuntia disse...

É impressionante a sensibilidade em suas palavras! Só quem já tropeçou nas pedras do caminho pode sentir nestas palavras o alívio, como de um unguento. Mas, por mais que as pedras nos façam tropeçar, elas jamais nos derrubarão, pois somos fortes!

Bjos

Ilaine disse...

Cicatrizes, quem não as tem? "As marcas nunca são igauis". Levamos conosco algumas dores que ficam... Esquecemos delas, mas de vez em quando as marcas doem novamente. Fazem parte de nossa vida.
Lindo post, poeta querido!
Beijo

Marilí Carvalho disse...

Saiba que suas palavras fortalecem, ajudam para as feridas fecharem, assim as cicatrizes se instalam mais rápido!! Receba, meu amigo, meu carinho!!
Beijão.

Pelos caminhos da vida. disse...

Tem presente lá no blog pra vc.

Uma linda semana.

beijooo

Pensamento Hostil disse...

Cicatrizes como a colega acima comentou: "que as não tem?" E enquanto elas não saram, todas as vezes que nos olhamos no espelho elas estão lá visíveis ao coração. De muito que venho vivido, aprendido e errado, descobri a muito custo que o tempo, é sempre o melhor antiflamatório para cada machucado, e o melhor remédio para tudo mesmo é o perdão.

Ótimo poema, parabéns, que sua semana seja abençoada.

Visite a minha página, tem alguns escritos.

paula barros disse...

Oi, Luiz Caio, consegui chegar aqui, e ler com calma.

Achei belo essa que a navalha corta diferente a carne que toca. É uma verdade. Cada um sabe da própria dor, e das cicatrizes. Mas nem todos lidam bem com elas e compreendem a dor do outro, e vc sabe.

abraços com carinho e admiração.

Pensamento Hostil disse...

Obrigada pelo comentário. Que Deus abençoe mto a sua vida.

Abraços.

Fatima disse...

Minha mãe me ensinou deste pequenininha está música:

"Senhora Santana ao redor do mundo
Aonde ela passava, deixava uma fonte

Quando os anjos passam, bebem água dela
Oh que água tão doce, oh senhora tão bela

Encontrei Maria na beira do ri
Lavando os paninhos do seu bento fi

Maria lavava, José estendia
O menino chorava do fri que sentia

Os filhos dos homens em berço dourado
E tu, meu menino, em palhas deitado.

Calai meu menino, calai meu amor
Que a faca que corta não dá tai sem dor"

O importante é seguir em frente.
Bjs.

Joe disse...

Bem verdade. Gostei muito da última frase... "As cicatrizes fecham todas as feridas". A poesia com certeza ajuda!

vilma disse...

Sim,cicatrizes são as marcas de tudo que vivemos,os bons e os maus momentos.