LUIZ CARLOS

LUIZ CARLOS
OLÁ! SEJA BEM VINDO/a AO DENTRO DA MINHA CABEÇA! SINTA-SE A VONTADE PARA PARTICIPAR, DEIXANDO O SEU COMENTÁRIO!

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Mar revolto


Na adversidade é que encontro
minha força para lutar!...
Quanto mais o mar balança o barco,
mais me descubro um bom navegador!

Receio?... Sinto! Mas nele também me apoio,
e o transformo em cautela!

Não sou, no entanto, nem de longe
uma fortaleza intransponivel!
E é também por isso que me protejo, ou
tento me proteger antes, dos atropelos da vida...

Com isso não espero evitar as pancadas,
mas sim, assimilar melhor aos seus impáctos!

Meu mar está revolto... Mas estou atento!
Meu barco balança, mas não há de tombar...
Porquê estou atento!

LUIZ CAIO

12 comentários:

alfacinha disse...

a vida de pescador é dura.
cumprimentos de Antuérpia

paula barros disse...

Senti firmeza nesse marinheiro. E atento, seguimos, e podemos nos precaver, com certeza.

Lembrei de umas fotos que tirei com o mar revolto (ressaca) no Leblon.

E a próxima viagem rsrsr o coracisco está coçando inquieto.Quero conhecer Espírito Santo, mas tenho que viajar por aqui com minha filha.

beijos

Pelos caminhos da vida. disse...

Sempre devemos estar atentos amigo, assim nosso barco não tomba.

beijooo.

lua prateada disse...

Muito lindo amigo, sei que é assim mas também sei que tal como tu quando se gosta do mar e de nele estar tem força para tudo enfrentar.Ele é tua vida teu mundo.
Sê sempre positivo assim amigo.
Bjinho com luar

SOL

Marilí Carvalho disse...

Oi meu amigo, tão lindas palavras, como você está?? Ninguém disse mesmo que seria fácil transitar pela Terra...!!
Tenha um ótimo final de semana!!
beijão.

Barbara disse...

Segredo de quando se está em mar revolto, é estar quieto....
Tanto o barco quanto o marinheiro...
Quem manda é o mar, amigo!

paula barros disse...

Hoje, sábado, vim reler com calma. Vim apreciar sua escrita e a profundidade do contido no pensamento.

abraços, bom final de semana.

Opuntia disse...

O balanço do barco pode provocar enjoo, mas o navegador atento sempre sabe o que fazer.

Linda postagem! Injeção de ânimo.

Bjo

Ana Maria disse...

Depois do mar revolto no meu computador, estou voltando.
Beijinhos!

Helinha disse...

Perfeito, meu querido!!

É na adversidade que encontramos forças, mesmo...

É com os erros que aprendemos! E, atentos, evitamos repetir esses erros...

E, apesar de semos fortes, são nossas fraquezas que nos tornam humanos!!

Adoro suas visitas, amigo!!

Beijos, com muito carinho!!

^^

EDUARDO POISL disse...

É nas adversidades que encontramos a força.


Conte a sua história ao vento,
Cante aos mares para os muitos marujos;
cujos olhos são faróis sujos e sem brilho.

Escreva no asfalto com sangue,
Grite bem alto a sua história
antes que ela seja varrida
na manhã seguinte pelos garis.

Abra seu peito em direção dos canhões,
Suba nos tanques de Pequim,
Derrube os muros de Berlim,
Destrua as cátedras de Paris.

Defenda a sua palavra,
A vida não vale nada se você
não viver uma boa história pra contar."

(Pedro Bial)

Hoje passando para desejar uma linda semana com muito amor e carinho
Abraços

Ilaine disse...

Poeta, querido!

Ah, o mar... Ele balança e faz o barco movimentar. O mar está revolto, mas o marinheiro está atento e nele sabe navegar.

Luiz Caio, adoro tuas poesias. Elas transmitem algo bom e me fazem mais feliz. Obrigada pelo carinho em meu blog.

Beijo