LUIZ CARLOS

LUIZ CARLOS
OLÁ! SEJA BEM VINDO/a AO DENTRO DA MINHA CABEÇA! SINTA-SE A VONTADE PARA PARTICIPAR, DEIXANDO O SEU COMENTÁRIO!

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Motivo


Quem sabe um dia... Se você vier!
E o tempo não houver inda findado.
Eu lhe revele meus pensamentos tantos...
Meus tantos pensamentos loucos!

Talvez meus olhos possam enfim dizer-te,
da grande dor que suportei calado
por este amor que sufoquei no peito.

E ainda o brilho destes mesmos olhos,
fale de uma tempestade louca.
Do vendaval que fiz meu pensamento.
E um certo beijo que calei na boca...

Quem sabe um dia... Se você vier!
E estiver o tempo ainda atento.
Talvez me possa abrandar a alma,
e desvendar por fim o meu motivo.

Razão de todo este meu tormento...
Se amor, paixão... Ou um outro sentimento!

LUIZ CAIO

16 comentários:

Carla disse...

a dor da paixão, a amargura do amor...ferem e gelam por dentro
dorido e belo o teu poema
beijos

paula barros disse...

As vezes temos dúvida do sentimento que sentimos. Ele nos faz sentir, triste, alegre, confuso, vivo, faz escrever maravilhas. Instiga, remexe.

Estamos vivos amigo. Sobrevivemos.

Coloco no plural, porque sabes que me identifico com o que escreves.

Que os beijos calados nos lábios possam um dia sorrir e fazer sorrir.

Muito bonito, apesar do sentimento triste contido.

abraços e tenha dias maravilhosos.

Verônica disse...

Achei seu blog, lindo, cheio de sentimentos...

Dois Rios disse...

Meu querido Luiz Caio,

Para o amor sempre haverá um dia, um quem sabe, um talvez e uma espera.

O amor é um sentimento que se conjuga nas incertezas do tempo.

Linda poesia, como sempre!

Meus carinhos,
Inês

Gazeta na net disse...

Olá,
Pior do que termos duvidas sobre nós é termos duvidas sobre o outro, texto giro, coloca questões que consciente ou inconscientemente todos colocamos.
Abraço

EternaApaixonada disse...

*****

Amigo Luiz Caio,

Ler teus poemas é como se alimentasse meu coração! Você escreve com alma, sempre repetirei isso!
E adoro suas visitas, com comentários muito sensíveis. Obrigada!
Tenha uma ótima sexta!
Beijos

*****

Celamar Maione disse...

Caio....
Se ela aparecer diga tudo o que lhe vier na mente e no coração.
Ela vai gostar.
Sempre é preciso dizer.
Boa sorte !
Belas e boas inspirações

FERNANDA & ASTROLOGIA disse...

Olá querido Luís, belíssimo poema de Amor e dor, mas quem espera sempre alcança, como diz o velho ditado... Amigo Adorei, mas vou mesmo ficar muito feliz quando cantares o Amor com alegria... Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Edna Federico disse...

Ah, Luiz Caio...você sempre nos fazendo suspirar ao ler suas poesias, danado! riso
Beijo

Baby disse...

Talvez meus olhos possam enfim dizer-te,
da grande dor que suportei calado
por este amor que sufoquei no peito"
Lindíssimas, as palavras.
Imenso,esse teu amor.
Tocante, a maneira como sabes expressá-lo.

Beijinhos

Alice disse...

Lindooooo !! vc realmente escreve bem !


bjussssssssssss

Izinha disse...

Talvez um dia vc possa descobrir eese amor q domina inteiro...

bjos e ótimo fds prá vc!

Sonia Regly disse...

Amigo,
Estou feliz por teres voltado.Deus é contigo!!! Tenha paciência, tudo se resolverá.Obrigada por sua amizade, obrigada por me visitar sempre!!!

FERNANDA & ASTROLOGIA disse...

Olá querido Luís, voltei para reler o teu magnífico poema e dizer-te que fiz uma pequena postagem sobre os signos do zodìaco, vê se te identificas com o teu!...

fernandaastrologia.blogspot.com

Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Opuntia disse...

Nunca desista de esperar; quem sabe um dia...

Bill Stein Husenbar disse...

Querido Luiz,

Gostei muito de o ler. (novamente)

O tempo traz-nos incertezas mas também acentua sentimentos. O amor pode nos destruir como elevar ao céu. É uma questão de extremos.

Só o tempo nos poderá salvar.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/