LUIZ CARLOS

LUIZ CARLOS
OLÁ! SEJA BEM VINDO/a AO DENTRO DA MINHA CABEÇA! SINTA-SE A VONTADE PARA PARTICIPAR, DEIXANDO O SEU COMENTÁRIO!

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Duas vidas e mais uma...


Um dia tinha que acontecer ! Afinal, eu não poderia estar aqui para sempre... Mas dezenove anos, convenhamos! Não é lá uma idade muito boa para se morrer, não é mesmo?... Eu sei que alguém poderá me questionar se há uma idade boa para se morrer... Não sei! Mas eu também não gostaria de viver muito além da velhice!... Mas aos dezenove anos não, meu Deus!
A motocicleta não era minha, e sim de um grande amigo que tive nesta fase da minha vida. Como foi boa a sensação que eu tive com aquele vento soprando forte em meu rosto, inflando minha camisa aberta, e me tocando o peito... Foi incrível !.. Eu estava adorando!
A velocida que eu ia não era muita, mas a da perua combi que vinha logo atrás, sim. E o motorista( segundo as testemunhas e o médico lá do hospital) estava bebado... Muito bebado!
Foi uma pancada tão grande (disseram) da perua na moto, e eu voei tão longe que não teve jeito... O impacto do primeiro golpe, e do segundo (o choque entre mim e o asfalto) e mais o estado impressionante em que me encontrava, caído no chão, não deixou margem a dúvidas, e todos os presentes chegaram a mesma conclusão... Não haveria como eu haver sobrevivido!... Mas para espanto de toda a vizinhança, (já que o acidente ocorreu próximo a casa onde eu morava, e todos já estavam sabendo da possível tragédia) eu não só sobrevivi, como já no dia seguinte recebi alta do hospital e pude voltar para casa... Todo arrebentado por fora! Mas por dentro nem um ossinho quebrado.(24/12/1984) Neste dia, eu nasci de novo!
Cinco anos mais tarde, em 1989, novamente tería chegado a minha hora... Meu Deus do céu! Que insistência é essa? Apenas vinte e quatro anos e com tantas coisas ainda por fazer... Tantos sonhos!... É, mas quando tem que ser não adianta esperniar, tem que ser e pronto! Meu trabalho era perigoso realmente! Eu trabalha na extinta telesp,( empresa telefônica do estado de São Paulo). Fazia reparos nas linhas, e para isso era preciso que eu subisse no alto dos postes. Havía todo equipamento de segurança, cinto, capacete, enfim!... Mas mesmo assim, no dia 27 de abril de 1989, na cidade de Santos, Sofri uma queda livre do alto da escada... Nem sei como aconteceu! Mas desta vez a coisa foi muito mais grave! O poste era muito alto e eu cai de cabeça no asfalto... Santo capacete! Mas o impacto foi forte demais e novamente fui levado desacordado para o hospital. Sempre fui muito forte fisicamente, então, também desta vez não quebrei nada... Mas por dentro, a cabeça sentia os efeitos... Foram uma semana de internação e mais um ano de tratamento por conta de uma paralisia facial que tive como sequela deste acidente... Este foi o pior momento da minha vida!... Mas com o tempo, me recuprei e superei todas as dificuldades que tive por conta desta nebulosa passagem em minha vida. E como me disseram, , na ocasião... No dia 27/04/1989... Eu nasci de novo, novamente!... E lá se foram vinte anos! E hoje, quando penso nisso tudo, acredito que tive duas vidas e mais uma... Uma chance de poder ter feito tudo o que fiz, ou de não fazer o que eu não quis, ao longo deste tempo!
E assim vou seguindo em frente... A vida continua!

LUIZ CAIO.


2 comentários:

@philipsouza disse...

As coisas sao assim ne meu amigo..nessa evoluçao que vivemos....

abraçao

Mistérios, Magias ou Milagres. disse...

Parabens pela criatividade, seu pensar e sentir é maravilhoso. Adorei seu blog. Abraços Heudes